Confraternidade de Santa Filomena

Recado do Diretor Espiritual

banner homepage_icon

2021-04-18

3º Domingo de Páscoa – Ano B


Leitura dos Actos dos Apóstolos (Act 3,13-15.17 -19)


Ideia principal: Pedro e João, primeiro, através de gestos concretos, testemunham que Jesus está vivo; depois convidam os seus interlocutores a acolherem a proposta de salvação que Jesus oferece.
- Pedro e João aparecem muitas vezes juntos na primeira parte do Livro dos Actos do Apóstolos. Neles, Lucas apresenta o testemunho da comunidade de Jerusalém, que se concretiza através da pregação, mas também pelas obras realizadas que dão continuidade aos gestos libertadores realizados por Jesus. O texto lido na missa deste domingo – o 3º da Páscoa – é parte do discurso de Pedro à multidão reunida “sob o Pórtico de Salomão”, para explicar a cura do coxo de nascença “em nome de Jesus Cristo Nazareno”.
- “Matastes o autor da vida, mas Deus ressuscitou-O… eu sei que agistes por ignorância… arrependei-vos e convertei-vos”… Eis o itinerário proposto por Pedro aos que mataram Jesus, e também a cada um de nós. “Para se porém de pé”, é necessário tomar consciência do mal cometido e, em seguida, mudar de vida.
- Pedro atribui a Jesus vários títulos: “Seu Servo Jesus”, enquanto cumpre a figura messiânica do Servo de Yahwéh; “Santo”; “Justo”; “Autor da vida”, um título cristológico raro no N.T.: Jesus é não apenas o chefe que conduz à vida, mas é quem comunica a vida aos que n’Ele creem. Não são títulos honoríficos, mas nomes com que os primeiros cristãos expressam a fé no Ressuscitado. Como gostas de te dirigir a Jesus?


Rezar a Palavra e contemplar o Mistério


Jesus, “Autor da vida”, Deus com o Pai, que comunicas a vida aos que foram batizados em Teu nome! Vida eterna, plena, verdadeira. Tantos se equivocam na procura: agarram-se ao que parece ser garantia de vida e, afinal, gera a morte. Jesus Ressuscitado, mostra-Me as Tuas chagas! Na sua contemplação eu aprenda que a vida que vale deve ser vivida na doação, na entrega, no amor total a Deus e aos irmãos. Amem.


I LEITURA - Act 3,13-15.17-18


Naqueles dias, Pedro disse ao povo:
«O Deus de Abraão, de Isaac e de Jacob,
o Deus de nossos pais,
glorificou o seu Servo Jesus,
que vós entregastes e negastes na presença de Pilatos,
estando ele resolvido a soltá-I'O.
Negastes o Santo e o Justo
e pedistes a libertação dum assassino; matastes o autor da vida,
mas Deus ressuscitou-O dos mortos, e nós somos testemunhas disso.
Agora, irmãos, eu sei que agistes por ignorância,
como também os vossos chefes.
Foi assim que Deus cumpriu
o que de antemão tinha anunciado pela boca de todos os Profetas:
que o seu Messias havia de padecer.
Portanto, arrependei-vos e convertei-vos,
para que os vossos pecados sejam perdoados».