Confraternidade de Santa Filomena

Recado do Diretor Espiritual

banner homepage_icon

2022-01-23

Domingo III do Tempo Comum – Ano C


Leitura da primeira Epístola do Apóstolo São Paulo aos Coríntios
(1 Cor 12,12-14.27)


Ideia principal: A comunidade, gerada e alimentada pela Palavra de Deus, é uma família de irmãos, onde os dons de Deus são repartidos e postos ao serviço do bem comum.
– A liturgia deste domingo – por iniciativa do Santo Padre, o Domingo da Palavra de Deus – coloca no centro da nossa reflexão a Palavra de Deus, à volta da qual se constrói a experiência cristã. A Palavra não é uma doutrina abstrata para deleite dos estudiosos, mas anúncio libertador que Deus, para que se faça carne em nós, à semelhança de Cristo, o Verbo de Deus encarnado. Desta forma, a comunidade de Jesus é a comunidade que anuncia ao mundo, de forma credível, essa Palavra que é viva e eficaz.
– Continuamos a leitura da 1ª Carta aos Coríntios: Os “carismas” não devem levar à rivalidade, mas à comunhão. A comunidade, tal como o corpo humano, é composta por muitos membros. Cada membro deve ocupar o seu lugar e desempenhar bem a sua função em benefício de todo o conjunto.
– Não basta, contudo, que os membros sejam vários: é preciso que sejam variados, pois é a variedade que torna rico todo o conjunto. Por outro lado, os membros necessitam uns dos outros e preocupam-se uns com os outros… Em ordem ao bem comum, a unidade deve dar as mãos à variedade. Ou seja: na comunidade, a comunhão e o pluralismo carismático não são antagónicos… devem, antes, ir a par e passo.


Rezar a Palavra e contemplar o Mistério


Cristo, Verbo de Deus encarnado! A comunidade eclesial nasce da Palavra e alimenta-se da Palavra. Para dar continuidade à Tua missão, Senhor, precisa de “apóstolos”, “profetas”, “doutores”. Por eles Te dou graças! Porém, todos os outros membros do corpo desempenham funções importantes. Saiba eu, com a Tua graça, desempenhar a minha função na edificação da comunidade e consecução do bem comum. Amem.


LEITURA II – 1 Cor 12,12-14.27


Irmãos:
Assim como o corpo é um só e tem muitos membros,
e todos os membros do corpo, apesar de numerosos,
constituem um só corpo
assim sucede também em Cristo.
Na verdade, todos nós – judeus e gregos, escravos e homens livres – fomos batizados
num só Espírito para constituirmos um só corpo e a todos nos foi dado a beber um só Espírito.
De facto, o corpo não é constituído por um só membro, mas por muitos.
Se um membro é honrado, todos os membros se alegram com ele.
Vós sois corpo de Cristo e seus membros, cada um por sua parte.