Confraternidade de Santa Filomena

Recado do Diretor Espiritual

banner homepage_icon
2019-09-08

XXIII Domingo do Tempo Comum – Ano C


Leitura do Livro da Sabedoria (Sab 9, 13-19)

Ideia principal: A verdadeira sabedoria, dom que nos é dado pelo Espírito Santo, consiste em conhecer a Deus, a fim de ser feita a Sua vontade.
- Quanto é exigente o caminho do “Reino”! No Evangelho (Lc 12, 13-21), Jesus aponta o caminho do discípulo: deve desprender-se da família, dos bens e da própria vida. Estas exigências, incompreensíveis ao homem que se guia pela luz da sua própria razão, podem ser compreendidas por quem recebeu a “sabedoria do alto”, como se diz na primeira Leitura da missa, tirada do Livro da Sabedoria.
- O texto deste domingo são os últimos versículos da oração com que termina o “elogio da Sabedoria”, iniciado no capítulo 6. O autor, um judeu piedoso, conhecedor da filosofia grega, que, no início do Séc I a.C., vivia em Alexandria, considera o homem, por si só, incapaz de descortinar os desígnios de Deus. Porém, com um dom divino, o homem pode compreender e fazer a vontade de Deus e ser salvo.
- O nosso corpo corruptível torna-nos pesada a mente. O homem vive muito condicionado… já tem dificuldade em compreender as coisas da terra, como poderá descortinar os desígnios inescrutáveis de Deus? Como é falível e inconsistente a nossa razão… por isso, tantas vezes o Evangelho a contradiz! Será mais seguro confiar nos nossos raciocínios ou na Palavra de Deus? Então, porquê essa teimosia?


Rezar a Palavra e contemplar o Mistério


Senhor, envia-me, lá do alto, a Tua luz! Tudo, sobre a Terra, exige trabalho e sacrifício. Andaria exausto e esmagado pelas preocupações quotidianas, não fora o teu cuidado por mim… como diz o salmista, até durante o sono alimentas os teus amigos. Senhor, Tu que me dás o pão de cada dia, dá-me também a sabedoria, para que eu possa conhecer a Tua vontade e a ela me vincular. Amem


LEITURA I – Sab 9,13-19


Qual o homem que pode conhecer os desígnios de Deus?
Quem pode sondar as intenções do Senhor?
Os pensamentos dos mortais são mesquinhos
e inseguras as nossas reflexões,
porque o corpo corruptível deprime a alma
e a morada terrestre oprime o espírito que pensa.
Mal podemos compreender o que está sobre a terra
e com dificuldade encontramos o que temos ao alcance da mão.
Quem poderá então descobrir o que há nos céus?
Quem poderá conhecer, Senhor, os vossos desígnios,
se Vós não lhe dais a sabedoria
e não lhe enviais o vosso espírito santo?
Deste modo foi corrigido o procedimento dos que estão em terra,
os homens aprenderam as coisas que Vos agradam
e pela sabedoria foram salvos.

ConegoArmandoDuarte

Cónego Armando Duarte