Santa Filomena em Portugal

Recado do Diretor Espiritual

banner homepage_icon
da Confraternidade

XXII Domingo do Tempo Comum – Ano C


Leitura da Profecia do Ben-Sirá (Sir 3, 19-21.30-31)

Ideia principal: A humildade é o caminho que nos leva a ser agradáveis a Deus e aos homens, e nos conduz ao êxito e à felicidade.
- No início do séc. II a.C., os selêucidas dominam a Palestina. O helenismo começa a minar a cultura e as tradições de Israel, e muitos judeus deixam-se seduzir pelos valores da cultura invasora… Jesus Ben Sira é um judeu orgulhoso da sua fé e dos valores do seu povo. No Livro que escreve, alerta Israel: a “Torah” revelada por Deus, contém a verdadeira “sabedoria” – uma “sabedoria” muito superior à “sabedoria” grega.
- No Evangelho ( Lc 14, 1.7-14), Jesus fala do “banquete do Reino”, para o qual estão todos convidados. A quem nele quiser participar, Ele recomenda a humildade; e o convívio entre os convidados deve pautado pelo serviço, aos últimos e aos mais pobres. Ben-Sira vai ao encontro do ensinamento de Jesus: aconselha a humildade como caminho para ser agradável a Deus e aos homens, para ter êxito e ser feliz.
- O autor sagrado não define a humildade; limita-se a afirmar a sua importância e a propô-la, pois não tem dúvidas de que nela reside o segredo da “sabedoria”, do êxito, da felicidade. Na verdade, é o humilde que, recusando todo o tipo de egoísmo, competitividade e ostentação, é capaz de partilhar com simplicidade o que de Deus recebe, e de criar as condições para que as relações com os outros sejam sadias e felizes.


Rezar a Palavra e contemplar o Mistério


Senhor, através de Ben-Sira, de novo nos apontas a humildade como condição para a verdadeira felicidade. Agradeço-Te, ó meu Senhor, não teres feito de mim o sobredotado… cairia, por certo, na tentação do orgulho, da superioridade, do desprezo de meus irmãos. Peço-Te, contudo, que me ajudes a ter consciência dos talentos que me deste, a fim de os pôr a render como quem serve, com simplicidade e com amor. Amem.


LEITURA I – Sir 3,19-21.30-31


Filho, em todas as tuas obras
procede com humildade
e serás mais estimado
do que o homem generoso.
Quanto mais importante fores,
mais deves humilhar-te
e encontrarás graça diante do Senhor.
Porque é grande o poder do Senhor
e os humildes cantam a sua glória.
A desgraça do soberbo não tem cura,
porque a árvore da maldade criou nele raízes.
O coração do sábio compreende as máximas do sábio
e o ouvido atento alegra-se com a sabedoria.

ConegoArmandoDuarte

Cónego Armando Duarte