Confraternidade de Santa Filomena

Recado do Diretor Espiritual

banner

2020-12-27

Sagrada Família de Jesus, Maria e José – Ano B 2020


Leitura do Livro de Ben-Sirá
(Sir 3,3-7.14-17a - versão grega: 3,2-6.12-14)


Ideia principal: Eis como devem os filhos concretizar o amor na sua relação com os pais, cumprindo o IV Mandamento que manda honrar pai e mãe.
- Já no século III, S. Cipriano chamava Eclesiástico ao Livro de Jesus Ben-Sirá, e assim passou a designar-se na Igreja latina, pois, a seguir ao Saltério, é o Livro do A.T. mais lido na liturgia. O autor inspirado escreve no ano 180 a.C., quando a influência dos Selêucidas já se fazia sentir na Palestina. Ben-Sirá vê na família o reduto capaz de conter a helenização, isto é, o paganismo invasor que seduzia o povo da Aliança.
- O Eclesiástico era, no tempo de Jesus, usado nas escolas para instruir os alunos, pois contém ensinamentos admiráveis para todas as situações da vida. Porém, uma boa parte do livro é dedicada à vida familiar, aos deveres do marido e da mulher, às obrigações dos pais para com os filhos e vice-versa, como acontece no trecho escolhido como 1ª Leitura da Festa da Sagrada Família.
- “Honrar” é a palavra-chave dos conselhos do sábio Ben-Sirá, repetida 5 vezes nestes poucos versículos. Que significa, “honrar os pais”? “Dar-lhes glória”, “dar-lhes peso”, “dar-lhes importância”. Na prática, significa ampará-los na velhice, quando já não podem trabalhar; significa não fazer nada que os desgoste; significa seguir os seus conselhos e ser indulgente para com as limitações que a idade ou a doença trazem…


Rezar a Palavra e contemplar o Mistério


Ó Deus, ao assumires a nossa condição humana escolheste uma família para nela nascer, crescer e Te socializares. Quando muitos, hoje, tentam relativizar o papel da família e até destruí-la como coisa obsoleta, saiba eu, Senhor, dar-vos graças pelos meus pais que aceitaram ser instrumentos do Deus criador - e por eles vivo. Contra a cultura da morte e do descartável, ajuda-me a honrá-los, sempre! Amem.


LEITURA I – Sir 3,3-7.14-17a (versão grega: 3,2-6.12-14)


Deus quis honrar os pais nos filhos
e firmou sobre eles a autoridade da mãe.
Quem honra seu pai obtém o perdão dos pecados
e acumula um tesouro quem honra sua mãe.
Quem honra o pai encontrará alegria nos seus filhos
e será atendido na sua oração.
Quem honra seu pai terá longa vida,
e quem lhe obedece será o conforto de sua mãe.
Filho, ampara a velhice do teu pai
e não o desgostes durante a sua vida.
Se a sua mente enfraquece, sê indulgente para com ele
e não o desprezes, tu que estás no vigor da vida,
porque a tua caridade para com teu pai nunca será esquecida
e converter-se-á em desconto dos teus pecados.

ConegoArmandoDuarte

Cónego Armando Duarte