Confraternidade de Santa Filomena

Recado do Diretor Espiritual

banner

2021-01-03

Solenidade da Epifania do Senhor – Ano B 2021


Leitura do Livro de Isaías (Is 42,1-4.6-7)


Ideia principal: Um misterioso “Servo”, investido do Espírito de Deus, é enviado aos homens para, com humildade e simplicidade, instaurar um mundo de justiça e de paz.
- A festa do Batismo do Senhor encerra o tempo do Natal e abre a porta ao “Tempo Comum”, ao longo do o qual, este Ano com a ajuda de São Marcos, entraremos um pouco mais no “mistério” de Jesus. Hoje, cada cristão é convidado a fazer memória do próprio Batismo, o dia da sua santificação inicial, em que o Pai concede o Espírito Santo para o seguimento de Jesus. Procure cada um saber a data do seu batismo.
- A 1ª Leitura foi tirada do 1º dos quatro “poemas do Servo de Yahwéh”, inicialmente escritos como um bloco e inseridos no Livro de Isaías cerca do ano 500 a.C. Quem é o Servo? Pondo de parte esta complexa e discutida questão, o certo é que o N.T. está cheio de ressonâncias que insinuam ser a figura do Servo o anúncio do Messias, com pleno cumprimento na pessoa de Jesus (cf. Mt 3,17;12, 18-21; 17,5).
- No Evangelho da missa de hoje, o próprio Deus apresenta Jesus, no Jordão, como o havia feito através do Profeta: o Meu Servo, enlevo da minha alma, sobre quem fiz repousar o Meu Espírito… É alguém que Deus escolheu entre muitos, a quem chamou e a quem confiou uma missão – trazer a justiça e oferecer a todos os homens a liberdade e a paz. O próprios Deus Lhe dará a força para assumir a missão e a concretizar.


Rezar a Palavra e contemplar o Mistério


Senhor Jesus, Luz que dissipa as trevas do mundo e atrais a Ti todos os povos da terra! Venceste a escravidão do pecado e puseste ao nosso alcance um projeto de vida e de esperança. Senhor Jesus, és a Luz libertadora de Deus! Ilumina as trevas da minha vida, para que, através de mim, a Tua Luz chegue ao coração dos meus irmãos; e assim, eles e eu com a Igreja, possamos ser epifania da Tua presença. Amem.


LEITURA I – Is 60, 1-6


Levanta-te e resplandece, Jerusalém,
porque chegou a tua luz e brilha sobre ti a glória do Senhor.
Vê como a noite cobre a terra e a escuridão os povos.
Mas sobre ti levanta-Se o Senhor
e a sua glória te ilumina.
As nações caminharão à tua luz
e os reis ao esplendor da tua aurora.
Olha ao redor e vê: todos se reúnem e vêm ao teu encontro;
os teus filhos vão chegar de longe
e as tuas filhas são trazidas nos braços.
Quando o vires ficarás radiante,
palpitará e dilatar-se-á o teu coração,
pois a ti afluirão os tesouros do mar,
a ti virão ter as riquezas das nações.
Invadir-te-á uma multidão de camelos,
de dromedários de Madiã e Efá.
Virão todos os de Sabá, trazendo ouro e incenso
e proclamando as glórias do Senhor.

ConegoArmandoDuarte

Cónego Armando Duarte