Confraternidade de Santa Filomena

Recado do Diretor Espiritual

banner homepage_icon
2020-01-05

Solenidade da Epifania do Senhor – Ano A


Leitura da Epístola do apóstolo São Paulo aos Efésios (Ef 3,2-3a.5-6)

Ideia principal: A liturgia deste domingo celebra a manifestação de Jesus a todos os homens… o projeto salvador de Deus vai juntar judeus e pagãos numa mesma comunidade de irmãos – a comunidade de Jesus.
- A Carta aos Efésios, é uma das “cartas de cativeiro”, por ter escrito na prisão e daí enviada a várias comunidades cristãs da parte ocidental da Ásia. Aonde Paulo, na altura, estaria preso? Provavelmente em Roma, entre os anos 61 e 63. Toda a epístola é uma espécie de hino ao Amor de Deus, em virtude do Seu desígnio: o Mistério -escondido, mas agora revelado - da universalidade da Salvação, em Jesus Cristo.
- Na parte dogmática da Carta (cf. Ef 1,3-3,19), da qual a Leitura deste domingo é extraída, Paulo apresenta-se como testemunha do Mistério” diante dos judeus e diante dos pagãos (cf. Ef 3,1-13). É “agora” que o mistério é revelado, um “agora” sempre atual, a que a Igreja quer dar ênfase na solenidade da Epifania: Cristo, agora e sempre, é o único Salvador dos gentios e dos judeus, que, na Igreja, estão em pé de igualdade.
- Os que revelam os pensamentos e os planos de Deus, não são os visionários, mas sim os pregadores, os apóstolos, os profetas das comunidades cristãs, entre os quais Paulo se inclui. São estes que receberam de Deus o dom de penetrar na compreensão do Seu Mistério, não mediante sonhos, visões ou arrebatamento aos céus, mas por estarem atentos à atuação de Deus entre o povo e se deixarem envolver no Seu projeto.


Rezar a Palavra e contemplar o Mistério


Ó Deus, Pai Santo, que nos enviastes Jesus para revelar o Teu Mistério, esse desejo de a todos salvar! somos “filhos de Deus” e irmãos uns dos outros… Senhor, torna-me capaz de amar sem limites e de ser solidário com todos os irmãos que partilham comigo esta vasta casa comum que é o mundo! Concede-me a graça de, na Igreja e com a Igreja, ser “epifania” da universalidade do Teu Amor. Amem.


LEITURA II – Ef 3,2-3a.5-6


Irmãos:
Certamente já ouvistes falar
da graça que Deus me confiou a vosso favor:
por uma revelação,
foi-me dado a conhecer o mistério de Cristo.
Nas gerações passadas,
ele não foi dado a conhecer aos filhos dos homens
como agora foi revelado pelo Espírito Santo
aos seus santos apóstolos e profetas:
os gentios recebem a mesma herança que os judeus,
pertencem ao mesmo corpo
e participam da mesma promessa,
em Cristo Jesus, por meio do Evangelho.

ConegoArmandoDuarte

Cónego Armando Duarte