Confraternidade de Santa Filomena

Recado do Diretor Espiritual

banner

2020-12-20

Domingo IV do Advento – Ano B 2020


Leitura do Segundo Livro Samuel (2 Sam 7,1-5.8b-12.14a.16)


Ideia principal: A “promessa” de Deus cumprir-se-á num descendente de David, que trará ao Povo a estabilidade, a segurança, a paz, a abundância, a fecundidade, a felicidade sem fim.
- Os Livros de Samuel narram a história de um período importante do A.T.: as tribos do Norte (Israel) e do Sul (Judá) reúnem-se em torno de um único rei, o rei David, com uma capital comum, Jerusalém conquistada aos Jebuseus no ano 1005 a. C.. O rei David para lá levou a Arca da Aliança, tornando-a Cidade Santa para todas as tribos de Israel. Estamos nos finais do séc. XI e princípios do séc. X a.C..
- Os planos do rei David, ainda que generosos, são rejeitados… Deus quer outra coisa… David quer construir uma “casa de pedra”, um templo mais imponente que os templos das divindades pagãs. Porém, Deus quer fazer de um povo a Sua própria “casa”, e caminhar a seu lado. Deus prefere as “pedras vivas” aos monumentos. Às vezes nossas “programações” assemelham às de David… são só para encher o olho…
- A tua casa e o teu reino permanecerão […] e o teu trono será firme para sempre. A “Aliança davídica” é um “capital de esperança” que ajudará o Povo hebreu a enfrentar as vicissitudes da história. Para os cristãos, é uma das mais importantes profecias messiânicas: cumpre-se em Jesus, descendente legal de David. O Seu reino não tem fim (cf Lc 1,33), (no sentido religioso, entenda-se; não no sentido político).


Rezar a Palavra e contemplar o Mistério


Ó Deus Sábio! Tudo fazes acontecer segundo Tua vontade que é o nosso melhor bem. No nosso tempo, em que a cultura dominante parece apostada em decretar a “morte” de Deus ou, pelo menos, em torná-lO uma inofensiva figura de cera, ensina-me, Ó Deus Santo, a ser mensageiro daquilo que és: um Deus que preside à história humana, que faz Aliança com os homens e lhes dá a Vida, a Liberdade e a Salvação. Amem.


LEITURA I – 2 Sam 7,1-5.8b-12.14a.16


Quando David já morava em sua casa e o Senhor lhe deu tréguas de todos os inimigos que o rodeavam, o rei disse ao profeta Natã: «Como vês, eu moro numa casa de cedro, e a arca de Deus está debaixo de uma tenda». Natã respondeu ao rei: «Faz o que te pede o teu coração, porque o Senhor está contigo». Nessa mesma noite, o Senhor falou a Natã, dizendo: «Vai dizer ao meu servo David: Assim fala o Senhor: Pensas edificar um palácio para Eu habitar? Tirei-te das pastagens onde guardavas os rebanhos, para seres o chefe do meu povo de Israel. Estive contigo em toda a parte por onde andaste e exterminei diante de ti todos os teus inimigos. Dar-te-ei um nome tão ilustre como o nome dos grandes da terra. Prepararei um lugar para o meu povo de Israel: e nele o instalarei para que habite nesse lugar, sem que jamais tenha receio e sem que os perversos tornem a oprimi-lo como outrora, quando Eu constituía juízes no meu povo de Israel. Farei que vivas seguro de todos os teus inimigos. O Senhor anuncia que te vai fazer uma casa. Quando chegares ao termo dos teus dias e fores repousar com teus pais estabelecerei em teu lugar um descendente que há de nascer de ti e consolidarei a tua realeza. Ele construirá um palácio ao meu nome e Eu consolidarei para sempre o teu trono real. Serei para ele um pai e ele será para Mim um filho. A tua casa e o teu reino permanecerão diante de Mim eternamente e o teu trono será firme para sempre.

ConegoArmandoDuarte

Cónego Armando Duarte