Confraternidade de Santa Filomena

Recado do Diretor Espiritual

banner homepage_icon

2020-12-06

Domingo II do Advento – Ano B 2020


Leitura do Livro de Isaías (Is 40,1-5.9-11)


Ideia principal: Deus quer oferecer ao Povo uma terra de liberdade e de paz, porém é necessário que o Povo – isto é, cada um dos seus membros – se abra aos Seus desígnios.
- A Leitura é do início do Segundo Isaías (Is 40,1-55,13), chamado Livro da Consolação, com profecias de um continuador do grande Isaías do sec. VIII. Uma voz misteriosa diz em nome de Deus: “Consolai, consolai o meu Povo…”. Os primeiros capítulos são uma exortação aos deportados para que se disponham a regressar à terra-mãe, aproveitando o decreto de Ciro, rei dos persas, que, em 539, conquistou a Babilónia.
- O profeta é enviado por Deus a anunciar “ao coração de Jerusalém” que a “consolação” do Senhor está próxima (v. 1). Deus vai chegar… Também para nós, o caminho do Advento não é tanto o nosso caminho para Deus… É mais o caminho de Deus para nós. Deus vem para nos “falar ao coração” com amor, a fim de nos consolar. Assim Lhe abramos o coração, para que Deus o transforme.
- Dos exilados, poucos quiseram regressar. Um escritor hebreu disse que o maior perigo do exílio não foi a sua duração, mas as suas seduções. Assim acontece connosco: depois de um desconforto inicial, adaptamo-nos à escravidão do pecado. Até nos parece que não compensa o esforço para endireitar os caminhos, aplanar os montes e preencher os vales… Neste Advento o profeta exorta-te: “O Senhor vem”… salvar-te!


Rezar a Palavra e contemplar o Mistério


Ó Deus de todas as consolações! Pelo Teu mensageiro, nos dás hoje uma boa notícia: És o Pastor que congrega, apascenta e cuida das ovelhas mais débeis. Vens ao nosso encontro para nos conduzires à Terra Prometida, onde nos ofereces a Vida e a fecundidade. Ó Consolador, olha para a minha fragilidade… quanto preciso do Teu amor, ternura e solicitude! Vem, Senhor, à minha vida, entra nela, converte-me! Amem.


LEITURA I – Is 40,1-5.9-11


Falai ao coração de Jerusalém e dizei-lhe em alta voz
que terminaram os seus trabalhos e está perdoada a sua culpa,
porque recebeu da mão do Senhor
duplo castigo por todos os seus pecados.
Uma voz clama:
«Preparai no deserto o caminho do Senhor,
abri na estepe uma estrada para o nosso Deus.
Sejam alteados todos os vales e abatidos os montes e as colinas;
endireitem-se os caminhos tortuosos e aplanem-se as veredas escarpadas.
Então se manifestará a glória do Senhor
e todo o homem verá a sua magnificência, porque a boca do Senhor falou».
Sobe ao alto dum monte, arauto de Sião!
Grita com voz forte, arauto de Jerusalém!
Levanta sem temor a tua voz e diz às cidades de Judá:
«Eis o vosso Deus. O Senhor Deus vem com poder, o seu braço dominará.
Com Ele vem o seu prémio, precede-O a sua recompensa.
Como um pastor apascentará o seu rebanho
e reunirá os animais dispersos;
tomará os cordeiros em seus braços, conduzirá as ovelhas ao seu descanso».

ConegoArmandoDuarte

Cónego Armando Duarte